Quem Espera, Espera

Campanha
Quem Espera, Espera

No Brasil, o percentual de cesarianas chega a 57%, um número bastante elevado quando comparado aos 15% estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, o UNICEF criou a campanha nas mídias sociais “Quem espera, espera” para conscientizar as mulheres e os profissionais de saúde sobre a importância do trabalho de parto espontâneo.

Saiba mais aqui: www.quemesperaespera.org.br.

A Campanha em Números

• 8,5 milhões de pessoas impactadas.

• 1,7 milhão de pessoas assistiram ao vídeo nos canais oficiais do UNICEF.

• 70% do público engajado são mulheres entre 18 e 44 anos – principal público da iniciativa na primeira etapa.

• Veiculação em quatro canais de TV aberta, 18 de TV a cabo, redes Cinemark e três grandes aeroportos.

 

Semana do Bebê

A Semana do Bebê tem mobilizado sociedade civil, famílias, iniciativa privada e profissionais de saúde.

Em 2017, sete cidades participaram ativamente na elaboração do Plano Municipal de Saúde 2018/2021, que inclui amamentação, alimentação saudável, estimulação precoce e proteção contra violência, foram elas: Belém (PA), Maceió (AL), Manaus (AM), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Vitória (ES).

Semana do Bebê

Prevenção do HIV/Aids

 

O Viva Melhor Sabendo Jovem é uma estratégia nacional para acelerar a resposta à epidemia de HIV/aids entre jovens de 15 a 19 anos, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade.

O UNICEF apoia os governos municipais na garantia de acesso ao teste do HIV e no início imediato e manutenção do tratamento ntirretroviral. Em 2017, a estratégia foi lançada em São Luis (MA) e no Rio de Janeiro (RJ), em parceria com governos locais e duas ONGs.

 

Crianças afetadas pelo Zika Vírus

Crianças afetadas pelo zika vírus

Em parceria com o Ministério da Saúde, Fundação Atino Ventura e Prefeituras de Recife (PE) e Campina Grande (PB) nós concentramos nosso trabalho na conclusão e validação dos materiais e das metodologias do Redes de Inclusão, que é a principal ação de apoio às crianças afetadas pela Síndrome Congênita do Zika e suas famílias. Em outubro de 2017, Recife recebeu o seminário do UNICEF de avaliação do projeto Redes de Inclusão. Um ponto muito positivo foi a forte mobilização da sociedade no evento, coordenado e integrado por gestores, profissionais, parceiros e famílias.

A metodologia será implantada em mais 6 estados do Nordeste.

 


 

Kit UNICEF

KIT MULTISSENSORIAL
criado pelo UNICEF:

tecnologia efetiva
de baixo custo
ajuda famílias
e cuidadores na
estimulação precoce
da criança afetada
pelo zika vírus.